Imprensa

Terça-feira, 25 de Agosto de 2015 - Atualizado em 23/01/2017 16:44

Tratamento da ansiedade por intermédio de acupuntura e cromoterapia: um estudo de caso detalhado

Ana Lucia Trassi Polisel
Renata Chiqueti Ferreira Lombardi
Artigo elaborado baseado em partes do Trabalho de Conclusão de Curso; Autora do artigo: Profa. Larissa A. Bachir Polloni - CETN

A ansiedade é uma característica fisiológica do ser humano que antecede momentos de perigo real ou imaginário, marcada por sensações desagradáveis. Atualmente vivemos em uma sociedade competitiva, o que tem gerado estresse e pessoas cada vez mais ansiosas. O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo de caso e avaliar os benefícios da acupuntura e da cromoterapia para tratamento de crises de ansiedade

A pessoa estudada no presente trabalho foi uma mulher de 31 anos, solteira, sem filhos, advogada e moradora da cidade de São Paulo. Referia crises de ansiedade desde o início de 2013 com sintomas físicos como palpitação, dispneia e sensação de opressão no tórax. Realizou exames cardiológicos próximos à época do presente estudo, porém todos os resultados estavam dentro da normalidade.

As crises de ansiedade ocorriam, em média, de uma a duas vezes por mês. Além dos sintomas já relatados, apresentava insônia e tremores à noite, ao preparar-se para dormir.

Em condições gerais, foi realizada uma avaliação baseada no diagnóstico pela Medicina Tradicional Chinesa. A paciente afirmava: preferência por sabor doce e aversão ao sabor picante; preferência à alimentos em temperatura morna; aversão ao calor; sono inquietante com dificuldade para dormir; boa digestão; preferência por bebidas geladas, porém não sentia sede (mas esforçava-se para consumir líquidos ao longo do dia); urina clara e abundante; fezes de consistência normal; menstruação irregular com coágulos escuros (sendo os 2 a 3 primeiros dias com fluxo mais intenso e, de 3 a 4 dias, mais ameno) e pouca cólica, que se irradiava para a região lombar; transpiração mais intensa nos pés e face e mediante esforços físicos; dores de cabeça (tipo enxaqueca); face pálida; pele e cabelos oleosos; edema em membros inferiores. Além disso, a paciente era introvertida e costumava guardar suas emoções. Apresentava nódulo na tireoide, motivo pelo qual fazia uso diário de medicamento alopático.

Em todos os atendimentos foram avaliados: pulso, língua e melhoras em relação ao quadro geral, descritos da seguinte forma:

Primeiro atendimento

Pulso: excesso em Fígado e Baço-Pâncreas e deficiência em Coração.

Língua: edemaciada com marcas de dentes, trêmula, sem saburra, com uma fissura pequena vertical, abaulada no centro, rosada e úmida.

Deficiência do Qi do Baço-Pâncreas; Estagnação do Qi e Xue do Fígado e Deficiência do Shen.

Proposta terapêutica: retirar umidade (tonificando o Qi do Baço-Pâncreas); mover o Xue do Fígado e tratar o Shen.

Com base nesta avaliação a escolha de pontos de Acupuntura e Cromoterapia foi a seguinte:

Pontos de acupuntura (tonificação): E36, BP6, E40, VC4, VC12, VC 17, C3, C7, BP4, Yintang, VG20

Cromoterapia: Yintang, VG20, VG 19 - foi utilizada a técnica da cor azul por um minuto em cada ponto.

Além do tratamento proposto, a paciente foi orientada a modificar seus hábitos e estilo de vida para intensificar os efeitos da terapia. Foi proposto realizar atividade física regular (a fim de tratar a estagnação do Qi e promover o fluxo adequado do mesmo) e reduzir o consumo de leite e derivados (utilizava duas porções por dia), visto que os laticínios favorecem a umidade no organismo, contribuindo para a estagnação do Qi do Baço Pâncreas.

Segundo atendimento

Pulso: excesso em Fígado e Baço-Pâncreas.

Língua: não houve alterações em relação ao primeiro atendimento.

A paciente referiu melhora da insônia e reduziu o consumo de leite e derivados de duas para uma porção por dia.

Neste atendimento, foi feita uma consideração e uma nova análise dos pontos utilizados na primeira sessão. A fim de maximizar os efeitos da terapia, foram realizadas algumas alterações na escolha dos pontos, conforme descritas a seguir:

Pontos de acupuntura (tonificação): Foram excluídos do estudo os pontos BP6, C3 e BP4 e mantiveram-se os pontos E36, E40, VC4, VC12, VC17 e C7.

Acrescentaram-se os pontos: BP9, R7, F3 Além dessas modificações, os pontos Yintang e VG20 não foram mais utilizados com acupuntura. Portanto, a cromoterapia utilizada a partir do segundo atendimento foi:

Cromoterapia: E36, Yintang, VG20 e VG19 ; Anminan

A partir da segunda sessão foram utilizadas as seguintes cores: amarelo (E36); azul (Yintang, VG20 e VG19) e verde (Anminan, bilateralmente).

Terceiro atendimento

Pulso: excesso em Intestino Grosso, Estômago, Fígado, Baço-Pâncreas e Coração.

Língua: não houve alterações em relação ao primeiro atendimento.

A paciente foi questionada sobre as crises de ansiedade e os sintomas relatados anteriormente. Referiu ausência dos mesmos desde o início do tratamento e contínua melhora do padrão de sono, além de se sentir mais disposta para suas atividades do dia a dia. Conseguiu reduzir o consumo de leite e derivados, consumindo apenas uma porção durante a semana.

O esquema de tratamento manteve-se o mesmo em relação à segunda sessão, devido às melhoras referidas. Portanto, deste atendimento em diante manteve-se o mesmo esquema de tratamento, seguindo um protocolo.

Quarto atendimento

Pulso: Excesso em Intestino Grosso, Intestino Delgado, Vesícula Biliar, Estômago e Fígado.

Língua: Não houve alterações em relação ao primeiro atendimento.

A paciente relatou tremores antes de dormir cinco dias antes deste quarto atendimento, porém os sintomas foram menos intensos em relação aos apresentados anteriormente. Durante esta sessão queixou-se de muito cansaço, pois teve uma semana de trabalho muito estressante. Manteve o consumo de uma porção de leite na semana.

Quinto atendimento

Pulso: Excesso em Intestino Grosso, Baço Pâncreas, Coração, Vesícula Biliar, Estômago e Fígado.

Língua: Não houve alterações em relação ao primeiro atendimento.

Referiu problemas profissionais no decorrer da semana e imaginou que pudesse desenvolver alguma crise de ansiedade, porém não apresentou nenhuma alteração. Durante essa semana não consumiu leite.

Sexto atendimento

Pulso: Excesso em Estômago e Fígado.

Língua: Não houve alterações em relação ao primeiro atendimento.

Sentiu-se bem e disposta durante toda a semana.

Sétimo atendimento

Pulso: Excesso em Fígado, escorregadio em Baço Pâncreas.

Língua: Não houve alterações em relação ao primeiro atendimento.

A paciente relatou que no decorrer desta semana sentiu-se agitada devido ao estresse proveniente do trabalho. Em um dia desta semana, apresentou dificuldade para conseguir dormir. Quando finalmente conseguiu pegar no sono, não acordou nenhuma vez e sentiu-se disposta no dia seguinte.

Oitavo atendimento

Pulso: Excesso Fígado e Coração.

Língua: Não houve alterações em relação ao primeiro atendimento.

Sentiu-se bem e disposta durante toda a semana.

Após o oitavo atendimento a paciente necessitou realizar uma viagem, onde permaneceria mais de um mês ausente. Por esse motivo, o estudo foi finalizado nesta oitava sessão.

Discussão dos Resultados: Com base na teoria da Medicina Tradicional Chinesa, distúrbios emocionais correspondem à alterações do espírito do indivíduo (Shen) (SILVA, 2010). A ansiedade normalmente está baseada na deficiência do Qi, Xue ou Yin, pois estes são necessários para manter o espírito do coração estável. A ansiedade aumenta quando há deficiência da energia por falta de sono e descanso, excesso de trabalho, estresse, doença, nutrição insuficiente, dentre outros fatores (ROSS, 2003). No caso da paciente avaliada, a causa da ansiedade pode estar relacionada ao excesso de preocupação e falta de sono e descanso, o que pode ter ocasionado o distúrbio detectado, que foi deficiência do Qi do Baço-Pâncreas. Essa deficiência leva ao movimento mais lento ou irregular do Shen. Por esse motivo, a proposta terapêutica foi tonificar e mover o Qi, além de acalmar o Shen.

No caso da paciente em questão, as alterações (deficiências) foram detectadas através de palpação do pulso, avaliação da língua e anamnese. Após o diagnóstico, o objetivo do tratamento foi reestabelecer o equilíbrio do Shen e tratar a causa das crises de ansiedade e suas consequências.

Como auxílio do tratamento, foram utilizados alguns pontos do Canal Vaso Concepção (VC), pois, de acordo com Ross (2003) os pontos VC4, VC12 e VC17 podem ser utilizados em casos de ansiedade por deficiência de Qi para fortalecer Baço e Coração. Com o intuito de acalmar o Shen foi utilizada a técnica de cromoterapia. Segundo Wills (2002), a cor verde é calmante e repousante, além de trazer estabilidade à mente e às emoções. Já a cor azul tem propriedades calmantes e é utilizada para tratar tensão, medo, palpitações e insônia (WILLS, 1995; RIBEIRO, 2002).

Apesar dos benefícios da acupuntura e da cromoterapia já relatados na literatura a iniciativa da paciente em ter modificado alguns hábitos do seu estilo de vida também contribuiu para a melhora do seu quadro geral, como o fato de ter iniciado uma atividade física regular. Segundo Ross (2003), a falta de exercícios pode resultar em deficiência do Qi, o que, neste caso, agravaria a situação da participante do estudo, visto que a mesma já apresentava outros fatores que conduziam à deficiência do Qi, como a preocupação constante e excessiva com seu dia a dia.

CONCLUSÃO: Neste trabalho a paciente apresentou melhoras dos sintomas relatados desde o primeiro atendimento, apesar de continuar exposta aos fatores que eram desencadeadores de suas crises. O fato da paciente também ter modificado seu estilo de vida, com a adoção da prática regular de exercício físico e a redução significativa do consumo de leite e derivados, foi essencial para os resultados obtidos uma vez que não foram tratados apenas os sintomas relatados, mas sim a causa da desarmonia (deficiência do Baço).

Portanto, conclui-se que a acupuntura e a cromoterapia são técnicas que auxiliam diferentes tipos de tratamentos, como a ansiedade, porém é necessário que outras alterações no estilo de vida sejam realizadas para potencializar os efeitos das mesmas.

Deixe seu Recado