Pós-Graduação em Acupuntura

O mais completo do Brasil

Imprensa

Terça-feira, 24 de Setembro de 2019 - 09:45

Terapia facial com ventosa

2019, imprensa, Divulgação/Diário do Nordeste
A ventosaterapia é um dos recursos da medicina tradicional chinesa recomendado para promover benefícios estéticos no rosto e no corpoDivulgação/Diário do Nordeste
Por Zilda Queiroz
Os procedimentos estéticos pouco invasivos estão cada vez mais evoluídos. As técnicas são diversas e chegam com o propósito de atender a diferentes necessidades e desejos. Para quem aposta nos métodos tradicionais a fim de dar um "up" no visual, a acupunturista Evanilce Sales diz que a ventosaterapia é uma sugestão aplicada na medicina chinesa que apresenta variados resultados nos tratamentos do rosto e do corpo.

Diferente da ventosa seca aplicada no corpo com o propósito de tratar dores ou lesões, a terapia com objetivos estéticos não deixa marcas no rosto ou no corpo, pois o seu manuseio é feito com creme ou óleo e sempre em movimento.

"Os tipos de ventosa utilizados nos procedimentos estéticos são os de silicone e os de acrílico. Apesar de serem mais recentes, a pressão dos utensílios de silicone é inferior ao dos de acrílico. Ou seja, eles não conseguem repuxar a pele na mesma proporção de força", ressalta a acupunturista Evanilce Sales.

2019, noticias, editor,
Foto: Divulgação/Diário do Nordeste
Independentemente da escolha dos copos, a ventosaterapia é realizada com movimentos de baixo para cima. "O ideal é iniciar a sucção na altura do queixo e puxar até as orelhas. Os deslocamentos se repetem entre as bochechas, lábios, testa e na região dos olhos. A aplicação correta dos copinhos ajuda a levantar a expressão do rosto", afirma.

O processo de sucção realizado pelas ventosas aumenta a circulação sanguínea e libera toxinas, o que melhora a elasticidade da pele. Os movimentos aceleram a oxigenação da região tratada, estimula a produção de colágeno e deixa as marcas de expressão, rugas e olheiras menos aparentes.

Por conta do estímulo, é natural que, após a sessão, a pele fique um pouco hiperêmica (com sangue em abundância). Em compensação, a especialista diz que, dependendo da profundidade das marcas da idade ou da pigmentação da derme, a diminuição é percebida logo na primeira sessão. "O aspecto de rosto preenchido, a redução das marcas de acne provenientes da juventude, pele mais clara e aparência jovem também são imediatamente visíveis. Mas para garantir os resultados, o tratamento deve ser permanente".

Tipo de pele

A aplicação do processo é igual para todos os tipos. Porém, na pele clara, as expressões faciais são mais marcantes do que na negra. "Esse tipo de pele tem uma tendência à maior produção de colágeno do que a branca", compara a acupunturista.

Nos procedimentos corporais, a ventosaterapia é recomendada para amenizar a profundidade das estrias e suavizar o aspecto casca de laranja provocado pela celulite. No caso das estrias, a acupunturista associa à terapia à sangria. No local onde se forma a estria não tem mais circulação do sangue, por isso a área fica esbranquiçada. A ventosa e a sangria promovem a circulação na região.

Sessões

Cada área e as condições da pele são trabalhadas individualmente, por isso não tem como mensurar o numero de sessões. Os tratamentos do rosto são realizados em torno de uma hora. No corpo, dependendo da área o protocolo é finalizado em duas horas. "Para manter o efeito da técnica na redução das marcas de expressão abaixo do queixo, as manchas de acne e eliminar a gordura localizada, a autônoma Gilciana Silva, 28 anos repete as sessões a cada de sete dias.

Para quem pretende realizar a terapia em casa, Evanilce Sales recomenda procurar um profissional para que ele oriente a forma de utilizar os equipamentos, analisar em que nível está a pele, quais os movimentos adequados para cada local e a força que pode ser colocada, principalmente na aplicação da ventosaterapia no rosto.

Terapia estética

Finalidade: a ventosaterapia promove a microcirculação sanguínea e a renovação celular na região do rosto, ajudando na produção de colágeno e reduzindo a aparência das rugas; 

Ação: a pressão exercida pelos copos traz sangue rico em oxigênio até a superfície da pele, permitindo melhor penetração dos cremes faciais aplicados na região;

Benefícios: a prática regular da terapia aliada a outros procedimentos, a exemplo do guashá, é potencializada na redução das linhas de expressão, flacidez, rugas, marcas de acnes e manchas na pele do rosto

Corpo: a ventosaterapia atua na redução do efeito casca de laranja causado pela celulite e suaviza as estrias.

Diário do Nordeste
Deixe seu Recado