Imprensa

Terça-feira, 09 de Outubro de 2018 - 10:01

Sabia que a Moxabustão é uma técnica milenar anti-inflamatória?

Não é possível afirmar com precisão a data, mas estima-se que a técnica de Moxabustão tenha começado a ser usada há cerca de 4000 anos pelos povos da China. Mais tarde foi levada por monges para o Japão e aí ganhou o seu nome atual (derivado de Mogusa).

outubro, 2018, imprensa,
'Acupuntura é hoje uma técnica clínica reconhecida pelas mais altas instâncias da saúde', frisa especialista
O termo Moxabustão significa “longo tempo de aplicação do fogo”. Na sua aplicação utiliza-se um bastão ou cone feito com folhas de erva-de-são-joão (Artemisia vulgaris). As folhas são cuidadosamente escolhidas, na primavera e tratadas e secas de forma a formar uma espécie de lã espessa que arde como se fosse um incenso.

A técnica segue os mesmos fundamentos e pontos da acupuntura, onde a proximidade do calor do bastão junto de pontos específicos da pele regula o fluxo de energia e potencia o estado terapêutico. A prática é indolor e não invasiva. Muitos pacientes descrevem-na como agradável e relaxante. Ela também pode ser usada em complemento da acupuntura.

A Moxabustão está especialmente indicada para as doenças associadas ao frio e à humidade: dificuldade respiratória, artrite, artrose, congestão nasal, febre, gripe, dores lombares, dores musculares, sinusite e rinite. Ao longo de milhares de anos foram ainda registadas grandes melhorias em doenças típicas das mulheres como dores menstruais crónicas, incontinências urinária, compulsão alimentar e enxaquecas.

A aplicação de Moxabustão tem claramente efeitos vasodilatadores, analgésico, anti-inflamatório, estimulador da circulação sanguínea.

O que esperar de um tratamento de Moxabustão

A moxabustão está inserida dentro da consulta de Medicina Tradicional Chinesa (MTC). Depois de identificados os problemas, o terapeuta explica o processo pelo qual a Moxabustão vai atuar e os seus efeitos. Explica também o passo a passo para que o paciente esteja confortável o tempo todo. O terapeuta indica ainda que partes do corpo devem ficar expostas para poder efetuar o tratamento. Em seguida o paciente deita-se e relaxa enquanto o terapeuta aproxima a Moxa (sem chama, como um incenso) dos pontos, canais e meridianos a tratar. O tratamento dura cerca de 30 a 45 minutos.

Sapo LifeStyle
Deixe seu Recado