Pós-Graduação em Acupuntura

O mais completo do Brasil

Imprensa

Terça-feira, 12 de Novembro de 2019 - 09:26

Reiki: Terapia japonesa para a cura de doenças

2019, imprensa,
Foto: Mundo Nipo News

Por Maira Perrone
Os benefícios da  terapia japonesa Reiki já foi reconhecida pela Organização Mundial da Saúde, assim como os outros benefícios de terapias complementares.

No Reiki, se trabalha na cura de males que podem ir de stress até impotência sexual, por meio das mãos e do corpo. É uma técnica simples, mas tem bons resultados em quase todas as doenças físicas, emocionais ou espirituais.

A base do Reiki é a energia vital universal, que está concentrada em sete chakras espalhados pelo corpo humano.

Durante a terapia, a energia é ativada pela imposição das mãos. “A cura dá-se com o Reiki porque quando essa energia está bloqueada ou em desequilíbrio, provoca disfunção e problemas físicos”, conta uma mestre de Reiki.

De acordo com a mestre, as causas do bloqueio da energia são sentimentos como a raiva e o ódio, que resultam em doenças físicas.

“O Reiki acalma, alivia o stress e a insônia, ativa o sistema imunológico, equilibra as energias, abre os caminhos para a prosperidade, liberta as mágoas, aumenta a vontade de viver. Muitas doenças não curam com remédios ou só com remédios” declara.

A mestre conta que algumas pessoas fizeram tratamento clinico para depressão por mais de dez anos, mas só se curaram depois da terapia complementar.

O Reiki é feito em sessões de 50 minutos. Pode ser realizado em qualquer faixa etária e não precisa necessariamente de doenças para ser iniciado.

A quantidade de sessões depende do problema e o objetivo, mas o ideal é sejam feita três para limpeza e desbloqueio energética.

Os chakras do Reiki

  • Básico: Localizadoo na base da coluna vertebral. O bloqueio deste chakra apresenta fadiga, aumento de peso, problemas de circulação e pressão baixa.
  • Umbilical: Localizado no umbigo. Os sintomas envolvem problemas na laringe, tristeza, desequilíbrio sexual e frigidez.
  • Plexo solar: Localizado na região do diafragma. Os sintomas são insegurança, sentimento de inferioridade, alergia, insonias, gastos compulsivos e ansiedade por poder.
  • Cardíaco: Localizado na região do coração. Os sintomas são mágoas, ódio, rancor, síndrome do pânico, palpitações, cancro, tensão e incapacidade de amar.
  • Laríngeo: Localizado na região da garganta. Causa medo de fracasso social e profissional, desequilíbrio imunológico e tendência a constipações.
  • Frontal ou terceiro olho: Localizado no meio da testa. O desequilíbrio leva a compulsões, alcoolismo, problemas nos olhos, surdez, falta de raciocínio lógico e objetivo de vida e incapacidade de botar ideias em prática.
  • Coronário: Localizado no alto da cabeça e conhecido como o chakra da luz. Seu desequilíbrio causa uma não compreensão espiritual, insônia, enxaqueca, sentimento de possessão, neurose e disfunções sensoriais.
Mundo-Nipo: O principal portal de notícias do Japão
Deixe seu Recado