Pós-Graduação em Acupuntura

O mais completo do Brasil

Imprensa

Terça-feira, 09 de Março de 2021 - 09:47 - Atualizado em 09/03/2021 10:05

Efeitos da acupuntura no tratamento da hipertensão severa: Estudo de caso

Artigo baseado no TCC das alunas Thaisa R. M. Richter e Ivana O.S. Constança.

Para a MTC o indivíduo com HAS tem calor excessivo no Triplo Aquecedor Superior e para modular esse calor, o rim deve ser capaz de elevar líquidos para o fígado e resfriá-lo, dessa maneira o fígado envia menos sangue ao coração e sua força contrátil é menor. A acupuntura pode ser usada no controle e nos agravos que provocam a doença, atuando desde os fatores de risco.

A patogenia depende da constituição física e mental do paciente, determinada por sua energia vital. É o desequilíbrio entre Yin e Yang, a luta entre energia vital do organismo e o QI patogênico, e o desregramento da “subida e descida” do Qi dos órgãos. (AUTEROCHE, NAVAILH, 1992).

Desse modo, o padrão, também conhecido como síndrome é formado pelas manifestações clínicas do paciente, que aponta para a natureza, a localização e a patologia da condição. (MACIOCIA, 2018).

A Hipertensão arterial é causada pela desarmonia entre o Yin e o Yang do Fígado e dos Rins, e também pode ser causada pela presença de Umidade Calor ou Mucosidade. Calor excessivo do Fígado- Neste tipo, a hipertensão arterial é acompanhada de dor de cabeça, rubor facial, olhos avermelhados, sede, angústia, irritabilidade, constipação, saburra amarela, pulso em corda e forte. Deficiência de Yin do Fígado e dos Rins- A hipertensão arterial está associada à vertigem e tontura, tinidos, lombalgia e lassidão nos membros inferiores, palpitações, insônia, língua vermelha, pulso em corda e rápido. Além disso, se houver a presença de Umidade-Calor, o indivíduo apresenta-se também com a opressão torácica, taquicardia, intumescimento nos membros, obesidade, língua vermelha e pulso em corda e escorregadio. (YAMAMURA, 1993).

É resultante da interação entre fatores genéticos e ambientais que afetam o débito cardíaco e/ou a resistência periférica. Ocorre hipertensão arterial quando surgem alterações que modificam a relação entre o volume sanguíneo e a resistência periférica total. Atualmente a hipertensão é definida como uma pressão arterial de 140/90 mmHg ou maior, pois este é o valor acima do qual os benefícios do tratamento parecem superar os riscos. Indivíduos com valores de pressão arterial sistêmica dentro do intervalo de 130-139/80/89mmHg, que correspondem a pré-hipertensão, possuem duas vezes mais chances de progredirem a hipertensão comparados a indivíduos que apresentam pressões arteriais de valores menores. (GOLDMAN,2005).

A essência do diagnóstico e da patologia médica chinesa é a identificação de padrões, isto é, o processo de identificar a desarmonia básica que está por trás de todas as manifestações clínicas. Padrão ou síndrome é um quadro formado pelas manifestações clínicas do paciente que aponta para o caráter, o local e a patologia da condição. Para que seja identificado um padrão é necessário discernir o padrão subjacente da desarmonia, considerando todos os sinais e sintomas apresentados. A medicina chinesa não procura causas, mas padrões. (MACIOCIA, 2018).

ESTUDO DO CASO CLÍNICO: Paciente sexo feminino, 38 anos, casada, 01 filho, Enfermeira. Em uso de Bart H 300mg- 1cp cedo, Atensina 150mg- 01cp a noite, Sertralina 50mg- 1cp cedo.

Queixa principal: Hipertensão arterial há mais de 20 anos.

Queixa secundária: Tontura, ansiedade, nervosismo. Antecedentes de doenças na família: Avós maternos e paternos e mãe com hipertensão.

Cirurgias: Cesárea realizada com urgência há 6 anos, devido a complicações no parto relacionadas a hipertensão.

Tórax e abdômen: sensação de opressão no peito quando nervosa.

Fezes e urina: Evacuação 3x ao dia, urina amarela clara e excessiva.

Sono: Algumas noites tem sono agitado, dorme 6 horas por dia.

Face: Avermelhada.

Alimentos e sabores: Prefere salgados. Come Pouco.

Sede e bebidas: Ingeri muita água, sensação de boca e garganta seca.

Audição: Zumbidos esporadicamente, prurido.

Aparelho genital urinário: Raras infecções urinárias.

Vida emocional: preocupações excessivas muitas das vezes sem grandes motivos. Ansiosa.

Menorragia /ciclo diminuído com muito sangue e coloração escura (estagnação de sangue, calor no sangue, def. Qi de BP, hiperatividade do Yang Qi do F).

Língua: língua vermelha nas laterais e na ponta, edemaciada, com marcas de dentes na lateral e coberta com uma fina camada de saburra branca.

Pulso: O pulso é fraco e rápido em ambos os punhos.

Diagnóstico Energético:

Síndromes das Substâncias Fundamentais: Estagnação de Qi e de Xue, Distúrbio do Shen.

Síndromes dos Zang Fu: Ascenção do Yang do Fígado, Deficiência do Yin do Rim, Deficiência do QI do Baço.

Cinco Elementos: Deficiência de Água e Terrra, e Excesso de Madeira.

Proposta Terapêutica: Mover o Qi e o Xue, Acalmar o Shen, Sedar o Fígado (Madeira), Tonificar o Yin do Rim (Água).

Tratamento: F14, F3, CS6, VC17, R3, B17, IG4, IG11, E36, VB20, Yintang, BP6 e VC4

Auriculoterapia: Coração, Rim, Ansiedade, Fígado, Shen Men, Ponto Hipertensão, Ponto Hipotensão, simpático, Sangria em ápice da orelha, occipital e Fome.

Dietoterapia: Retirar óleos hidrogenados, café e sal branco e adicionar alimentos frios como peixes e frutos do mar.

Fitoterapia: Gingko biloba L. e Cimbopogon Citratus, também conhecido como Capim-limão, Capim-santo ou Erva-cidreira todos utilizados uma vez ao dia, para auxiliar no tratamento da Hipertensão Arterial.

Resultados:

1º sessão - PA 150x090mmHg, sem queixas. Sangria em ápice da orelha D (média quantidade de sangue), após aferido novamente PA 130x080mmHg. Acupontos: VB20, IG11, BP6, R3 e CS6. Aurículoterapia: coração, rim, ansiedade, fígado, shen men, ponto hipotensão e hipertensão, simpático, occipital e fome. Sendo orientada a ficar 3 dias, estimulando os pontos com os dedos, retirando no terceiro dia.

2º sessão - PA 140x070 mmHg, sem queixas. Foi realizado a sangria no ápice da orelha (média quantidade de sangue), após foi aferido novamente PA 130x080mmHg. Acupontos: VB20, IG11, BP6, R3, IG4 e CS6.  Aurículoterapia: coração, rim, ansiedade, fígado, shen men, ponto hipotensão e hipertensão, simpático, occipital e fome.

3º sessão - PA 130X080 mmHg, com ansiedade. Acupontos: VB20, IG11, BP6, R3, CS6, VC17, Yntang e VB20. Aurículoterapia: coração, rim, ansiedade, fígado, shen men, ponto hipotensão e hipertensão, simpático, occipital e fome.

4º sessão - PA 150x100 mmHg, cólicas menstruais. Foi realizado a sangria no ápice da orelha D (média quantidade de sangue), após PA 130x090mmHg. Acupontos: F3, BP6, VC4, B17, IG4 e Yintang. Aurículoterapia: coração, rim, ansiedade, fígado, shen men, ponto hipotensão e hipertensão, simpático, occipital e fome.

5º sessão - PA 130x070 mmHg. Acupontos: VB20, IG11, BP6, R3, CS6, F3, VC4 e E36. Aurículoterapia: coração, rim, ansiedade, fígado, shen men, ponto hipotensão e hipertensão, simpático, occipital e fome.

6º sessão - PA 130x070 mmHg. Acupontos: VB20, IG11, BP6, R3 e CS6. Aurículoterapia: coração, rim, ansiedade, fígado, shen men, ponto hipotensão e hipertensão, simpático, occipital e fome.

7º sessão - PA 130x080 mmHg. Acupontos: VB20, IG11, BP6, R3 e CS6. Aurículoterapia: coração, rim, ansiedade, fígado, shen men, ponto hipotensão e hipertensão, simpático, occipital e fome.

8º sessão - PA 120x080 mmHg. Acupontos: VB20, IG11, BP6, R3 e CS6. Aurículoterapia: coração, rim, ansiedade, fígado, shen men, ponto hipotensão e hipertensão, simpático, occipital e fome.

9º sessão - PA 130x080 mmHg. Acupontos: VB20, IG11, BP6, R3, B17 e CS6. Aurículoterapia: coração, rim, ansiedade, fígado, shen men, ponto hipotensão e hipertensão, simpático, occipital e fome.

10º sessão - PA 120x080 mmHg. Acupontos: VB20, IG11, BP6, R3 e CS6. Aurículoterapia: coração, rim, ansiedade, fígado, shen men, ponto hipotensão e hipertensão, simpático, occipital e fome.

Tabela 1. Aferição da PA antes e após o atendimento

N SESSÕES PA INICIAL PA FINAL
01 150X090mmHg 130x080mmHg
02 140x070mmHg 130x070mmhG
03 130x080mmHg 120x070mmHg
04 150x100mmHg 130x090mmHg
05 130x070mmHg 120x060mmHg
06 130x070mmHg 120x08mmHg
07 130x080mmHg 120x070mmHg
08 120x080 mmHg 110x070mmHg
09 130x080 mmHg 120x080mmHg
10 120x080 mmHg 110x070mmHg

Os pontos utilizados no tratamento foram:

Para alimentar o Yin, acalmar o Fígado, suprimir o vento: VB20, IG11, CS6, BP6, R3.

Extingue o vento do fígado e subjuga o Yang do Fígado: F3.

Harmoniza o Fígado e promove o livre fluxo do Qi do Fígado: F14.

Acalmar o Shen: Yntang e VC17.

Nutrem o Sangue, remove a umidade e reduz o calor: VC4 e B17.

Ajuda a subjugar Yang e, desse modo, extinguir vento: IG4.

Abrir orifícios: E36.

Os pontos foram escolhidos conforme o diagnóstico prévio e queixa do momento. Foram utilizadas agulhas 20x30 e permaneceram por 30 minutos.

Na auriculoterapia foi realizada a sangria no ápice da orelha, quando a PA estava mais alta e os pontos:

Coração: acalma o Shen, controla os vasos sanguíneos e a produção de sangue, ativa a circulação, fortalece a atividade funcional do coração, mantém a permeabilidade dos canais e colaterais relacionados a este Zang.

Rim: filtra o sangue e liberar as toxinas do organismo, manter a energia vital, ou seja, nos deixar dispostos, interfere positivamente sobre a vontade.

Ansiedade: função importante nos distúrbios de ansiedade.

Fígado: equilibra a livre circulação de energia e sangue e está diretamente relacionado com a Alma Etérea. Beneficia a atividade do fígado e da vesícula biliar, influência positivamente os tendões e unhas e elimina estagnações, além de ter influência no sistema digestório.

Shen Men: É um ponto importante para acalmar a mente, indicado também para analgesias e dores de toda a natureza.

Ponto Hipertensor: Usado para controlar a pressão arterial.

Ponto Hipotensor: Ponto diagnóstico e terapêutico para hipertensão arterial.

Simpático: Atua no equilíbrio das funções inconscientes do organismo, como manter a pressão arterial, controlar os movimentos peristálticos e a respiração, a temperatura corporal, entre outros,

Sangria em ápice: É capaz de baixar a crise hipertensiva.

Occipital: Clareia a visão, acalma o espírito, é sedante, tem função hipotensora, atua na região correspondente, trata vertigem.

Fome: Regula o processo de ingestão alimentar, equilibra o apetite.

A técnica foi realizada com agulhas 20x15 por 30 minutos e foram colocadas sementes de mostarda nos mesmos pontos, sendo orientada a estimular os pontos durante o dia e retirar após 3 dias.

O presente estudo permitiu  concluir os resultados positivos que a acupuntura ofereceu para o tratamento da hipertensão arterial neste caso. Assim como a sangria realizada no ápice da orelha, que proporcionou a diminuição da PA em poucos minutos.

Os métodos da Medicina Tradicional Chinesa, acupuntura, tanto no tratamento sistêmico, auricular e/ou emergencial, reduz os fatores de riscos para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e estabiliza os sintomas da HAS.

Portanto o uso combinado da acupuntura com o tratamento convencional em pacientes hipertensos, é mais eficaz do que o tratamento convencional por si só.

A acupuntura pode e deve ser usada em associação com os métodos terapêuticos da Medicina Ocidental. E mais estudos devem ser realizados para evidenciar seus benefícios.

AUTORA: Carla Ceppo

Deixe seu Recado
Receba Informações