Pós-Graduação em Acupuntura

O mais completo do Brasil

Imprensa

Terça-feira, 20 de Outubro de 2020 - 08:48

Como a medicina chinesa revolucionou o cuidado com dores no corpo humano

As técnicas medicinais chinesas estão sendo cada vez mais incorporadas em todas as partes do mundo. Grande parte das práticas foram concebidas há muitos séculos e guardam segredos essenciais sobre o conhecimento do corpo humano. Uma das práticas mais adotadas em todas as partes do planeta são motivadas pelos benefícios da acupuntura.

A acupuntura é um método terapêutico que se caracteriza pela inserção de agulhas na superfície corporal para tratar doenças e promover a saúde. Ela é reconhecida como especialidade médica desde 1995 pelo Conselho Federal de Medicina. Apesar de ainda ser desconhecida para muitas pessoas, a prática está intimamente ligada à história da Medicina na China e do mundo.

Na acupuntura clássica, cada paciente é encarado como tendo uma constelação singular de sinais e sintomas. Os profissionais também realizarão um exame convencional ocidental e incluirão componentes variáveis da abordagem de medicina oriental, dependendo da profundidade do treinamento do indivíduo. 

Uma vez que cada paciente recebe um diagnóstico baseado na Medicina Tradicional Chinesa, para tratar um mesmo sintoma clínico os pacientes podem receber uma combinação diferente de pontos.

Ainda assim, é interessante notar que durante a maior parte da longa história médica da China, lancetas, sangria, acupuntura e cirurgia foram praticadas por curandeiros itinerantes e consideradas uma classe mais baixa de terapia em comparação com o uso da farmacopeia. Algo que só mudou a partir de meados do século 20.

Mas, além da acupuntura, outras técnicas chinesas também têm ganhado o mundo e conquistado cada vez mais adeptos. Uma delas é a Ventosaterapia. Essa técnica  consiste na aplicação de recipientes de plástico ou vidro na pele, promovendo sucção nos músculos superficiais. Possui objetivo de ativar a circulação, descongestionar e desobstruir o fluxo energético nos meridianos.

Já na moxaterapia ocorre a  aplicação de bastão aceso contendo a erva medicinal artemísia em certos pontos de acupuntura. Essa prática ajuda a promover produção de calor penetrante, visando a ativação e circulação da energia.

Também tem ganhado fama a magnetoterapia, que consiste na aplicação de ímãs em regiões específicas do corpo. Atua através da influência dos campos magnéticos estáticos – Pólos Norte e Sul – sobre o corpo humano. 

Link fonte: maringapost.com.br/

Deixe seu Recado
Receba Informações