Imprensa

Terça-feira, 19 de Dezembro de 2017 - 08:20

Aromaterapia é uma alternativa para auxiliar as crianças a crescerem mais saudáveis física e psicologicamente

dezembro, 2017, imprensa, DINO
Aplicada de bebês a adolescentes, a técnica que trabalha com aromas é aliada de mães e pais no dia a dia.DINO
Crianças sempre estão suscetíveis a pequenos problemas de todos os tipos. Dos mais graves aos mais brandos, é natural que sofram com alguns inconvenientes físicos ou emocionais no começo da vida, principalmente por conta da rotina corrida e por ainda estarem descobrindo seu lugar no mundo. Por isso, toda ajuda é bem-vinda para mães e pais no dia a dia.

Felizmente, existem tratamentos convencionais e alternativos para todo tipo de mazela que pode afligir os pequenos, e as terapias holísticas estão ganhando cada vez mais espaço no mundo ocidental.

Amplamente conhecidas e utilizadas há séculos no Oriente, as terapias holísticas são aplicadas para os mais diversos usos e, entre as mais recomendadas e sem contraindicações está a Aromaterapia.

"A Aromaterapia nada mais é que a utilização terapêutica de óleos e essências botânicas em sua forma pura com o objetivo de equilibrar o ambiente, aumentar a sensação de bem-estar e prevenir ou tratar algumas enfermidades. E pode ser aplicada em crianças com segurança", esclarece a consultora Márcia Dhonella, especializada em tratamentos holísticos.

Como existem incontáveis plantas e flores no mundo, também não são poucos os aromas que podem ser usados em forma de óleo ou essência para melhorar a qualidade de vida dos baixinhos. "Para todo tipo de problema há uma solução, e aromatizar a casa e o quarto das crianças já é um grande passo para ajudar os pais no dia a dia", comenta Dhonella.

"Uma essência ótima para aplicar no quarto das crianças é a Camomila Romana, que atenua a hiperatividade, muito comum no começo da vida, atuando como calmante no sistema nervoso. Outro óleo com importante ação nesse sentido é o de Lavanda, que acalma e traz boas vibrações para o ambiente", explica a especialista.

E outros aromas são importantes ajuda para equilibrar a casa e proteger os pequenos. Os bebês, por exemplo, se beneficiam muito com o óleo essencial de Laranja Doce, que funciona como reparador do sono e deve ser usado no quarto onde fica o berço. Para os menores também é interessante o Manjericão, pois age no consciente e no inconsciente para integrar o pensar, sentir, agir e falar - essencial para o desenvolvimento de bebês dos 1 aos 3 anos. O Gerânio combate cólicas, muito comuns nos primeiros anos de vida. E o Ylang Ylang serve para acalmar os choros.

"Também há muitas vantagens na Aromaterapia para quem tem filhos mais velhos, na adolescência. O Alecrim estimula a memória, bom para os estudos. O Funcho ajuda na criação de confiança, sempre um problema nessa idade. A Hortelã-Pimenta revigora as energias. E a Bergamota pode cair nas graças dos pais que tem adolescentes rebeldes, já que acalma e mostra sentido na vida", aponta Dhonella.

E mais: o óleo de Tea Tree combate viroses e resfriados, sempre recorrentes em crianças e jovens e a essência de Copaíba trata ferimentos na pele (é comum se machucar durante a infância) atuando como antisséptico e cicatrizante.

Mas, atenção! Existem diferentes formulações e cada uma possui uma forma de uso. "Os óleos essenciais são 100% puros e podem até ser aplicados na pele. Já as essências são sintéticas e devem servir apenas para aromatizar os ambientes", explica Márcia. Por isso, é sempre importante procurar um profissional qualificado antes de iniciar um tratamento com aromaterapia.

Está comprovado que a aromaterapia é de grande ajuda para pais e mães com filhos de todas as idades, de bebês a adolescentes, harmonizando a casa, o quarto e as vibrações externas das crianças de modo que as energias fluam melhor. Crianças mais calmas e saudáveis deixam os pais também mais tranquilos e com a saúde em dia!

TERRA.COM.BR
Deixe seu Recado