Pós-Graduação em Acupuntura - O mais completo

Artigos

Tamanho da FonteDiminuir FonteAumentar Fonte
 
Terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Tratamento da doença de Parkinson: Através da acupuntura

Imagem
Ana Alice Vitor Pedrozo e Patricia Cenzi Simões
Artigo elaborado através do trabalho de conclusão de curso CETN - Campinas 2012.

1- INTRODUÇÃO

O presente trabalho tem por finalidade analisar o tratamento da Doença de Parkinson segundo a Medicina Tradicional Chinesa, onde o Fígado (Gan) é o elemento controlador das nossas emoções como: stress, frustração, raiva e ressentimento. Estes sentimentos que levam a ascensão da energia Yang do Fígado e com o passar do tempo geram Vento do Fígado. O Estudo Clínico realizado utiliza-se da técnica da acupuntura, que consiste em introduzir agulhas em pontos especiais da pele. Este trabalho tem como base revisões bibliográficas sobre a Doença de Parkinson e a Medicina Tradicional Chinesa.

2- RESULTADOS

Foi observado durante as sessões de acupuntura no paciente com a Doença de Parkinson, que houve melhoras e pioras nos sintomas durante o tratamento, devido a fatores relacionados ao stress emocional e jornada excessiva de trabalho.

Sintomas como câimbra, marcha e salivação foram os que apresentaram melhores resultados. Sono, tremor, coordenação e ansiedade, variavam conforme o estado emocional do paciente.
A língua não apresentou alterações significativas, só foi relatada mudança na salivação. O pulso manifestou alterações durante todas às sessões.

3- DISCUSSÃO

Foram realizadas, em um paciente com a Doença de Parkinson, dez sessões de acupuntura ao longo de dois meses, uma sessão por semana ficando as agulhas retidas por 30 minutos durante cada sessão. Utilizaram-se pontos pré-definidos baseados em bibliografias.

Pode-se perceber uma pequena melhora na qualidade de vida do paciente durante o tratamento.

Devido às alterações no resultado do paciente, uma mudança na proposta terapêutica poderia ser implementada. As sessões poderiam ser realizadas duas vezes ou mais por semana, os pontos selecionados poderiam ser modificados.

As emoções relatadas pelo paciente em estudo, como frustração, mágoa, raiva e ressentimento ainda estão muito presentes no seu dia a dia, dificultando o tratamento e sua auto conscientização perante a doença.

A Medicina Tradicional Chinesa visa o equilíbrio geral, entre corpo e mente. O estudo mostra que não obtivemos um bom resultado em relação às emoções do paciente, devido a isso o quadro clínico manteve-se instável.

Segue abaixo os resultados do estudo em gráficos:

Imagem
Gráfico 1: Sintomas que apresentaram melhores
resultados durante o tratamento.
Sendo que 1 indica quadro de piora, 2 indica
quadro estável e 4 indica quadro de melhora.

Imagem
Gráfico 2: Sintomas que variavam conforme o
estado emocional do paciente.
Sendo que 1 indica quadro de piora, 2 indica
quadro estável e 4 indica quadro de melhora.

4- CONCLUSÃO

A medicina tradicional chinesa entende que o comportamento do homem não é determinado apenas pelo cérebro, mas que o indivíduo é um microcosmo inserido no macrocosmo (universo), e que este influencia e é influenciado por ele. Os fatores apontados pela MTC como causadores das patologias (clima, emoções, dieta etc.) se aplicam a qualquer sociedade, bem como os sentimentos de fúria, tristeza, dor e preocupação, são básicos em qualquer ser humano.

A procura pela acupuntura é crescente pela simplicidade da técnica, da sua eficácia e rapidez na melhora dos sintomas dos pacientes.

No presente trabalho pudemos verificar pequenas melhoras na qualidade de vida de nosso paciente, mais rapidamente no sono, tremores, câimbras e ansiedade. Os pontos utilizados nas sessões foram eficazes para a diminuição dos sintomas. O paciente com a Doença de Parkinson precisa de um tratamento para a vida inteira, como é uma doença sem cura, a acupuntura visa à melhora na qualidade de vida do paciente.

Orientado por Luciana Mendes Vinagre, adaptado por profª Brena Montanha.