Pós-Graduação em Acupuntura - O mais completo

Artigos

Tamanho da FonteDiminuir FonteAumentar Fonte
 
Terça-feira, 03 de julho de 2012

O tratamento do bruxismo por acupuntura

CASSETARI, O. J.
Artigo elaborado através do trabalho de conclusão de curso CETN - Bauru 2012.

1. INTRODUÇÃO

Este trabalho de conclusão de curso apresenta uma revisão de literatura da Acupuntura relacionada ao tratamento do bruxismo e descrição de um caso. O objetivo foi avaliar a eficácia da Acupuntura no tratamento do bruxismo já que se trata de um problema comum entre a população e com poucos resultados eficazes com tratamentos convencionais.

O bruxismo está diretamente relacionado ao estresse e distúrbios emocionais e pode levar a dores crônicas onde o uso de placas protetoras para os dentes ou tratamentos farmacológicos não conseguem sanar o problema.

Diante de tais fatos a Acupuntura pode ser uma alternativa eficaz já que trata o estado geral do paciente envolvendo depressão, estresse, ansiedade, distúrbio do sono, dores, relaxamento muscular etc. A técnica da Acupuntura, de acordo com os artigos publicados, diminui o nível de atividade muscular em repouso e assim consegue reduzir os sinais e sintomas da doença, trazendo bem estar ao paciente.

2. DESENVOLVIMENTO

1ª consulta
Queixa principal: Bruxismo com aumento significativo dos sintomas.  Nesta primeira consulta não conseguia virar o pescoço, foi realizada umaaplicação local de calor o que resultou em melhora. Não sabia relatar se ressonava.

Relatou que não dormia bem e que acordava com dores o que prejudicava o seu descanso. Relatou dor com tensão muscular; grande tensão muscular; dor no pescoço e mandíbula.

Em alturas de maior crise apresentava dor no temporal - região do ponto extra taiyang e dor mais intensa do lado esquerdo. Disse também que se irritava facilmente e por isso os sintomas se agravavam.

Através da palpação foi possível notar trigger points no músculo trapézio.

Diagnóstico: Bruxismo por estagnação de Qi do Fígado

Tal diagnóstico foi possível devido à tensão muscular associada a estados de irritabilidade. O fato dos estados de irritabilidade desencadearam episódios de bruxismo e dor além da existência de dor à palpação no VC17 e F14 fizeram suspeitar da existência de um padrão de estagnação de Qi do fígado.

• Princípios Terapêuticos: tratar biao que é a manifestação secundária e o bem que é a causa. O secundário refere-se ao bruxismo e dor e o bem ao padrão de estagnação de Qi do fígado; acalmar a mente de forma a melhorar a qualidade do sono e diminuir estados de irritabilidade; mover Qi do Fígado.

• Acupuntura: E6, TA17 para bruxismo; VB20, VB21 para tensão muscular e dor no trapézio; TA17 para tensão muscular local; Taiyang para dor na região
temporal; Pontos para acalmar a mente: ANMIAN, VB13, VC17, MC6; Pontos para mover o Qi do Fígado: VB34, F3, F14, MC6. O ponto VC17 também ajuda a mover o Qi no Aquecedor Superior.

Análise da combinação:
- Pontos locais/proximais: E6, TA17, VB20, VB21, TAIYANG, ANMIAN, VB13
- Pontos distais: VC17, F14, MC6, VB34, F3
- Pontos do mesmo meridiano: meridiano do fígado (F3-F14); meridiano da vesícula Biliar (VB13-VB20-VB34)
- Pontos de meridianos acoplados: fígado-vesicula biliar.
- Pontos do mesmo par de meridianos: par Jue Yin (fígado-mestre do coração) e par Shao Yang (vesícula biliar-triplo aquecedor).
- Pontos anteriores Posteriores: apresenta unicamente pontos anteriores pelo que
não se usou este princípios de combinação de pontos.
- Pontos superiores e inferiores: MC6-F3 por exemplo.

• Matéria médica: fórmula XIAO YAO SAN 2x2x2. A função principal desta fórmula consiste em mover o Qi do Fígado. 2ª Consulta
Feedback: Fórmula Xiao Yao San desregulou o sistema digestivo. Continuou a tomar a fórmula e os sintomas atenuaram; Dormiu bem a semana toda; Só acordou com dor na mandíbula 1 dia da semana; Dor pontual na articulação temporomandibular desapareceu.

Acupuntura: VB13, TA17, ANMIAN, E6, TAIYANG, VC17, F14, VC12, VB20, VB21, Acupuntura unilateral: F3-MC6; TA5-VB41.

3ª Consulta
Feedback: Noite anterior à consulta sentiu uma ligeira tensão muscular no pescoço; Sem outros sintomas; Sem dor; Sistema digestivo continua a
apresentar alterações; Alterações urinárias: aumentou consumo de água e diminui-o a débito urinário; Sente-se mais inchado. Diminuiu-se a dosagem da fórmula para 2x2.
Acupuntura: mesma anterior

4ª consulta
Feedback:
Dia anterior à consulta sentia-se muito irritado e surgiram alguns sintomas; Sem dor e sem tensão muscular no pescoço e nuca; Sem sensação de pressão no temporal (região taiyang): a dor nesta região nunca mais surgiu; Sem dor na mandíbula; Sensibilidade dentária menos intensa; Sente sono mais leve.
Acupuntura: mesma anterior

5ª consulta
Feedback: não narrou nenhum fato novo, apenas disse que vinha percebendo uma acentuada melhora.
Acupuntura: mesma anterior


5 CONCLUSÃO
O bruxismo é comum em cerca de 15% das pessoas que podem apresentar fortes dores de cabeça, desgaste dos dentes e distúrbios da articulação mandibular. Sendo as causas ligadas principalmente a fatores emocionais e ao fechamento inadequado da boca.

As dores de cabeça são muito comuns nos portadores de bruxismo e surgem devido à contração excessiva dos músculos da mastigação, podendo atingir rosto, pescoço, ouvido etc. Outro problema decorrente do bruxismo é a dor na articulação da mandíbula. Esta também pode sofrer estalos, travamento, restringir a abertura da boca e desvios para o lado ao abrir e fechar. Ou seja, o bruxismo dependendo do nível pode provoca dores crônicas que afetam o bem estar do paciente em seu dia a dia.

Geralmente o problema é tratado através de uso de placas para os dentes; farmacoterapia e terapia psicológica já que grande parte do problema está relacionada a dificuldades emocionais. No entanto, são tratamentos que não resolvem o problema por completo e por isso outros meios passam a ser estudados. Neste sentido a Acupuntura vem sendo apresentada como uma alternativa para o tratamento do bruxismo. Embora o seu reconhecimento como forma de tratamento ainda seja consideravelmente recente no Brasil, a maioria dos estudos comprovam a sua eficácia na terapêutica do bruxismo por tratar principalmente do estado geral do paciente envolvendo depressão, estresse, ansiedade, distúrbio do sono, dores, relaxamento muscular etc.

A técnica da Acupuntura comprovadamente diminui o nível de atividade muscular em repouso e assim consegue reduzir os sinais e sintomas da doença, trazendo bem estar ao paciente. A maioria dos artigos revisionados neste trabalho apontou a Acupuntura como sendo uma alternativa eficaz para o tratamento do bruxismo, inclusive o relato de caso comprovou o que foi apresentado teoricamente, onde o paciente, com diagnóstico comprovado de bruxismo, já havia feito vários tratamentos convencionais, no entanto, os sintomas sempre voltavam. Por isso decidiu procurar meios alternativos e passou a fazer terapêutica através da Acupuntura e embora o tratamento ainda esteja no início já foi possível observar grandes avanços principalmente em relação às dores que apresentava e ao desconforto muscular e irritabilidade, também a qualidade do sono melhorou bastante o que faz acreditar que a Acupuntura realmente pode ser usada com eficácia no tratamento do bruxismo. No entanto, outros estudos são necessários já que são poucos os artigos publicados especificamente abordando este assunto e o relato de caso consta apenas da observação de um paciente.